Bio

larissa-faceb

Vereadora eleita pelo Partido Pátria Livre (PPL), Larissa Gaspar é advogada,  servidora pública municipal concursada e militante feminista. Entre 2012 e 2016 foi coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres da Prefeitura de Fortaleza. Também coordenou a Casa Abrigo Margarida Alves, que acolhe mulheres ameaçadas de morte.

Recentemente mãe, Larissa se engajou na defesa do parto normal e humanizado, da amamentação em livre demanda e da criação com apego. Além disso, a luta pelo fim da violência contra a mulher, a desconstrução da cultura machista, o incentivo à participação política das mulheres, bem como à autonomia pessoal e econômica são temas que compõem fortemente o seu discurso.

Sua militância política se iniciou na Universidade de Fortaleza – UNIFOR no ano de 2002 quando ingressou no movimento estudantil fazendo parte do Centro Acadêmico de Direito e posteriormente do Diretório Central dos Estudantes – DCE. Militou na advocacia e assessoria jurídica popular na defesa dos direitos humanos de mulheres, criança e adolescente, pessoas com deficiência, pessoas idosas, população negra, LGBT e população carcerária.

Fundadora da Ong Coletivo Bem Viver e da Raiz Movimento Cidadanista, é integrante do Conselho da Mulher de Fortaleza.

Como Funciona a Câmara

Formada por 43 vereadores, a Câmara Municipal de Fortaleza
tem sessões ordinárias às terças, quartas e quintas-feira,
das 9 horas da manhã às duas horas da tarde. Elas são divididas em:

Pequeno Expediente

Tem duração de 45 minutos e começa quando a partir da hora fixada para início da sessão há pelo menos 1/5 dos vereadores. Terão direito à fala na tribuna, por no máximo 5 minutos, àqueles parlamentares inscritos previamente. Durante o Pequeno Expediente não é concedido o Pela Ordem ou apartes, nem é permitido pronunciamento entre as falas dos vereadores inscritos.

Ordem do Dia

Após o fim do Primeiro Expediente e com a presença da maioria absoluta dos vereadores, o secretário da mesa diretora lê o resumo da matéria apresentada por um parlamentar. O presidente da sessão informa se há ou não alguma proposição em relação ao tema que tenha sido aprovada antes em uma ou mais Comissões Permanentes. O presidente coloca a matéria “em discussão”, momento em que algum parlamentar opta por fazer alguma declaração sobre esse tema. Havendo ou não discussão, a próxima etapa é a votação da matéria.

Grande Expediente

Começa após a Ordem do Dia, tem duração máxima de 120 minutos e é necessária a presença de pelo menos 1/5 dos parlamentares. Nessa etapa, seis vereadores inscritos são chamados por orde alfabética e discursam sobre tema livre por no máximo 15 minutos. São permitidos “apartes”,termo usado por àqueles que desejam “comentar” o discurso do vereador que está na tribuna, ou “Pela Ordem”, termos usado por àqueles que desejam fazer um encaminhamento. É permito que um vereador inscrito doe seu tempo de fala a outro vereador, desde que esse esteja previamente inscrito.

Explicação Pessoal

É o tempo de no máximo 5 minutos o qual o vereador te direito para se manifestar sobre atitudes pessoais durante a sessão ou o mandato.

Tribuna Livre

É o espaço para que qualquer associação ou morador, previamente inscrito na Ouvidoria da Câmara Municipal, possa discursar na tribuna sobre um tema de seu interesse e anteriormente analisado pela própria Ouvidoria. A Tribuna Livre acontece antes das falas dos vereadores inscritos na sessão ordinária.

HÁ NA CÂMARA MUNICIPAL DOIS TIPOS DE COMISSÕES

As permanentes de caráter técnico-legislativo ou que têm por finalidade apreciar os assuntos ou proposições submetidos ao seu exame e sobre eles deliberar, assim como exercer o acompanhamento dos planos e programas governamentais e a fiscalização orçamentária do Município, no âmbito dos respectivos campos temáticos e áreas de atuação. São elas: De Direitos Humanos, de Educação, de Orçamento, de Saúde, de Segurança Pública, de Transporte, Orçamento e Turismo, Transporte e Meio Ambiente, Justiça e Legislação Participativa.

As temporárias são criadas para apreciar determinado assunto, que se extinguem ao término da legislatura, ou antes dele, quando alcançado o fim a que se destinam ou expirado seu prazo de duração. Elas podem ser especiais (dão pareceres), de Inquérito ( que apura faros relevantes para a vida pública) ou de representação(representa a Câmara em missões nacionais e internacionais).