Fortaleza: Pesquisa mostra que crianças presenciam violência doméstica e Câmara discute Lei Maria da Penha nas Escolas

Fortaleza: Pesquisa mostra que crianças presenciam violência doméstica e Câmara discute Lei Maria da Penha nas Escolas

Mais da metade das mulheres que sofrem violência doméstica em Fortaleza afirmam que seus filhos presenciaram as agressões. O dado é de uma pesquisa realizada pela Uinversidade Federal do Ceará (UFC), Institute for Advanced Study in Toulouse e o Instituto Maria da Penha.

A pesquisa aponta que crianças filhas de 55,14% das vítimas assistiram as cenas de violência doméstica e 33% das entrevistadas afirmaram que as crianças também foram agredidas.

Na Câmara Municipal de Fortaleza tramita o Projeto de Lei 190/2017 de autoria da vereadora Larissa Gaspar (PPL) que cria o Programa Maria da Penha nas Escolas. O Projeto pretende levar a Lei Maria da Penha às unidades de ensino de Fortaleza para que crianças e adolescentes conheçam desde cedo a Lei.

 

“Acreditamos que se as crianças e os adolescentes discutem sobre o respeito à mulher e a Lei pode haver uma mudança de comportamento na sociedade”, afirma Larissa Gaspar (PPL), que integra o Conselho do Instituto Maria da Penha.

O Projeto de Lei aguarda parecer na Comissão de Constituição e Justiça