SAÚDE MENTAL É UM DIREITO E NÃO DEIXAREMOS DE LUTAR POR ELA!

04/10/2020

O mundo, a vida, o que nos cerca nos afeta. Para o bem e para o mal. É natural e precisamos lidar com isso. Mas não precisamos lidar sozinhos. Por isso existe a Saúde Mental, seus profissionais e sua rede de atendimento. Nosso mandato defende uma rede pública de saúde mental bem equipada e perto do povo. Por isso, apresentou Indicação para a criação de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS 24h), CAPS AD e CAPS Infantil em cada Regional. Além disso, fiscalizamos os CAPS, denunciamos a falta de estrutura e cobramos contratação de mais profissionais. Apresentamos emenda no valor de R$ 1 milhão de reais no orçamento de 2020 para construção de quatro novos CAPS.

 

Acreditamos que isolar uma pessoa com sofrimento mental não é solução e defendemos que ela receba atenção humanizada, comunitária, somada com a reabilitação psicossocial. Por isso, apresentamos projeto que coloca o Dia da Luta Antimanicomial no calendário da cidade. Também propomos um Plano de Prevenção ao Suicídio e a Semana de Conscientização à Saúde Mental. Isso porque tanto sociedade quando governo precisam entender cada vez mais sobre o tema.

 

Dialogamos com pacientes, familiares e profissionais da saúde mental. Acionamos o Ministério Público quando foi necessário para reforçar nossa luta por saúde mental acessível a todos e todas. Saúde mental é um direito e não deixaremos de lutar por ela.